A influência do poder da mente nas conquistas

A influência do poder da mente nas conquistas

As escolhas que fazemos – sejam elas conscientes ou não – em nossa rotina definem a nossa saúde. Estas seleções vão desde praticar atividade física, fumar um cigarro, ingerir alimentos processados invés de frescos, passar 2 horas nas redes sociais invés de dormir e/ou descontar o nosso estresse em alguém amado. São estas decisões que muitas vezes definem nossa disposição, energia e até inclusive a prevenção ou surgimento de uma doença. Conforme estudos mostram, decisões pessoais são a principal causa de morte. Das 2.4 milhões de mortes ocorridas nos EUA em 2000, mais de um milhão de mortes poderiam ter sido evitadas se tivessem sido tomadas atitudes diferentes das que foram realizadas tais como parar de fumar, diminuir a ingestão de alimentos gordurosos e praticar atividade física1. Vemos dados similares apontando a dificuldade da adoção de hábitos saudáveis em longo prazo relacionados a perda de peso. Estudos mostram que 6 meses após o início de um regime 75 a 90% das pessoas perdem peso, e após o período de 2 a 5 anos, 75% a 90% das pessoas recuperam o peso perdido2.

Hoje em dia é difícil responsabilizar a falta de acesso à informação como fator determinante para as más escolhas de saúde. No Brasil, mais de 116 milhões de pessoas já estão conectadas à internet, o equivalente a 64,7% da população com idade acima de 10 anos. As informações são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). E então, surge a dúvida essencial: Mesmo tendo acesso a informação e sabendo identificar o que é “saudável” e o que não é, porque as pessoas não conseguem conquistar as metas desejadas de saúde?

É notável que o alcance de metas vai além de apenas o acesso a informação. Para criar e estabelecer uma vida saudável é necessária a conscientização das escolhas diárias. São as pequenas ações – mas ações escolhidas e não automáticas – que irão influenciar nas conquistas da nossa saúde. A nossa mente tem o poder da escolha, logo precisamos “empoderar” a mente para fazer escolhas que sejam positivas para a saúde. De acordo com Gibson, o conceito de empoderamento em promoção de saúde, é “sempre definido como um processo que ajuda as pessoas a firmar seu controle sobre os fatores que afetam sua saúde3”. Desta forma, ao empoderar a mente, somos pilotos da nossa própria vida e a nossa saúde é um resultado deste esforço.

Um exemplo da força dos nossos pensamentos sob resultados de saúde é um conceito de “saborear”. O “saborear” na Psicologia Positiva é o uso consciente de pensamentos e comportamentos que prolonguem, gerem ou intensifiquem o prazer de uma experiência. Esta experiência pode ser aplicada nas refeições. O paciente deve se concentrar no que esta comendo, observando e degustando texturas, gostos e aromas. Vale também sugerir que o paciente pesquise sobre o alimento – sua origem, sua produção e conexão com a terra. Dunn et. al4 mostraram por meio de estudos que comer com atenção plena (saborear) que inclui selecionar alimentos de forma consciente e saborear as refeições auxilia com perda de peso.

Nossos processos cognitivos podem não só influenciar, como definir, a nossa condição de saúde e bem-estar. É por meio destes que somos capazes de ultrapassar obstáculos, elaborar estratégias e fortalecer nossa motivação para atingir os resultados desejados.

Por: Sharon Feder

Referências:

Keeney, R.L. Personal decisions are the leading cause of death. Operations Research; 56(6): 1335-1347, 2008.
Apfeldorfer, G.; Zermati, J.P. Cognitive restraint in obesity, history of ideas, clinical description. Presse Med; 30(32): 1575-80, 2001.
Gibson, 1991 apud Airhihenbuwa, 1994: 345.
Dunn, C.; Olabode-Dada, O.; Whetstone, L. et al. Mindful eating and weight loss, results from a randomized trial. J Family Med Community Health; 5(3), 2018.

Publicado originalmente no site www.vponline.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *