Como a alimentação saudável pode te ajudar a ter mais disposição

Como a alimentação saudável pode te ajudar a ter mais disposição

Diversos nutrientes são constantemente recrutados para que nossas vias bioquímicas funcionem de forma eficiente, especialmente com o objetivo de aumentar nossa produção energética, para que nossas atividades rotineiras sejam executadas.

Partindo deste contexto, a alimentação saudável é fundamental para que nossos sistemas energéticos sejam otimizados, colaborando com mais disposição ao longo dos nossos dias. Como exemplo desta importância, o consumo de alimentos ricos em magnésio – como oleaginosas, leguminosas e vegetais verde escuros – é essencial para reduzir a sensação de fadiga, uma vez que este nutriente atua em diversas enzimas responsáveis pela produção de ATP – especialmente em vias de produção de energia a partir de carboidratos.

Alimentos antioxidantes também podem ajudar a melhorar a disposição. É conhecido que o aumento do aporte antioxidante melhora funções hepáticas, favorecendo reações metabólicas mais adequadas e o processo de destoxificação. O trato gastrointestinal é outro sistema que ganha benefícios com o bom aporte de antioxidantes, permitindo a adequada absorção de nutrientes para as nossas reações orgânicas.

Vale ressaltar que as substâncias antioxidantes podem ser consumidas a partir de frutas, verduras e legumes variados. Recentemente, um estudo correlacionou a preferência pelo consumo de vegetais com melhora da disposição física.

A saúde mitocondrial também é fundamental neste processo, uma vez que a produção energética ocorre, em maior parte, nas mitocôndrias. Para isso, compostos biotivos como resveratrol – encontrado em alimentos avermelhados -, e quercetina – presente em altas concentrações na maçã e casca da cebola, principalmente – auxiliam em reações de biogênese mitocondrial, permitindo maior eficiência na produção energética.

Desta forma, a melhora da disposição é dependente da boa alimentação como um todo, principalmente quando atende todas as nossas necessidades que devem ser avaliadas de forma individual.

Publicado originalmente no site VP online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *